segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

O Mundo dos Naiades - Tia Neiva


SALVE  DEUS!


Despertei e, ao abrir os olhos, achei-me sentada sobre a relva, à sombra de frondosa árvore onde, evidentemente, havia adormecido.
Comecei a me lembrar que o sol ainda brilhava no poente quando me destinara a sair do corpo, ou melhor, quando uma força enorme me arrancara do corpo, do meu corpo.
Sem tempo para analisar muito, vi duas lindas moças que chegaram e, sem falar, tinham escrito nas roupas: Marta e Efigênia. E, da maneira como eu ia me harmonizando, ia também me dando conta de onde eu estava.
Estava em outra dimensão, que não a minha. A iluminação era diferente e um pouco triste.
Sim, pensei, viver aqui seria realmente a morte.
- Neiva -ouvi alguém dizer - A atmosfera material está te roubando a paz. O sol diminui a duração da vida, desde o nascimento até se por. O tempo é chamado presente, passado e futuro. O que agora é presente, amanhã será passado e o que agora é futuro amanhã será presente. Acaba o futuro do corpo. Aqui não pertence à categoria do presente, passado e futuro. Pertence à categoria de ETERNIDADE.  Por conseguinte, não deves te preocupar em como alcançar a plataforma da ETERNIDADE.  Deves utilizar a consciência desenvolvida de ser humano, nas proporções animais. Comer, dormir, enfim, dando vazão às coisas da terra, que normalizam o centro nervoso.  O homem vive e se alimenta das coisas que Deus criou.
- Graças a Deus, eu estou em outro mundo e ouço tudo isto, pensei.
- Sim, sem os falsos preconceitos - rematou a voz.
Nisso, apareceram alguns casais, em diversas sintonias. Lindos, lindos!  É difícil dizer as coisas que faziam. De repente, em som clássico, conhecido encheu de alegria toda aquela paisagem. Alguns dançavam, outros corriam para ser alcançados por seus namorados.  Deduzi:
- As almas gêmeas de André Luís !  Salve Deus !  - pensava, já sem as explicações daquela voz.
Contudo não conseguia sair dali, remoendo em minha cabeça.
- A minha categoria é ainda do passado, presente e futuro. Enquanto estes, a sua categoria é eternidade. Será um sonho tudo o que vejo?  Será apenas um sonho?
-Não é sonho - disse novamente a voz -  Este é o mundo das NAIADES !  Aqui sentimos o aroma da terra.
Nisto, uma jovem que estava dançando caiu, como que desmaiada.
- Meu Deus ! - exclamei - Desmaiou !
- Esta moça tem uma alma gêmea segura em outra dimensão, onde ainda há reparações. Temos sete dimensões até chegar ao CANAL VERMELHO, que é o primeiro degrau celestial.


A música parou e todos foram em socorro da mulher. Pela primeira vez eu vi fios dourados, seguindo naquele horizonte.  E agora?
A voz continuou:
- O felizardo, do outro lado, se libertou.
- E para onde irá?
- Para outra, dando sempre continuidade à sua evolução.
- Que coincidência - pensei.
- Não Neiva, a vida não para. Aqui, o mundo vive a sua própria evolução. Volte para o teu corpo, que já tem muito tempo que saístes.
Voltei. Já estava escuro. Algumas pessoas me perguntaram se eu estava bem.
E essas viagens se amiudaram...


Salve  Deus !

COM CARINHO, A MÃE EM CRISTO,
Tia Neiva
UESB, 1960

Enviar um comentário