segunda-feira, 3 de dezembro de 2012

Alabá

Salve Deus!
O poder de cura de um alabá é tão grande que podemos afirmar: a cura existe.
Eu testemunho uma verdade, porque só aquele que recebe é que pode afirmar o que recebeu. Ontem no trabalho de alabá pela força do astral superior Pai Jacó desceu em espírito e em verdade trazendo na sua força curadora o que eu precisava, a cura do meu plexo físico. Rainha de Sabá e Cavaleiro da Lança Vermelha na força da libertação e da cura desobsessiva formaram o aledá do nosso alabá e com isso transformaram nosso pequeno mundo em um grande portal de luz e amor.
Para quem não sabe sobre o *alabá, a abaixo está descrito no final desta história. Eu estava precisando deste trabalho e acho que muitos também estão necessitando passar no alabá para desintegrar radiações e cargas negativas que ficam impregnadas no plexo. Eu senti que muita coisa mudou e que já há melhorias no quadro desobsessivo que me foi transferido os valores da manipulação deste ritual.
Os nossos Pretos Velhos na força de Olorum beneficiam tanto seus missionários como os pacientes que por ali passam recebendo as pérolas divinas de Jesus e Simiromba nosso Pai. A cura existe, o que falta é a fé em buscar ela onde esteja. Muitos perdem a força e a coragem de lutar e se entregam aos seus mal feitos tentando ludibriar a força da espiritualidade que prova a existência de um poder sobre natural, um poder além da consciência física, algo que só Deus pode julgar o beneficio que a terra recebe neste momento. O que todos necessitam compreender é a razão dos mistérios das chamadas organizações planetárias que descem a cada ciclo na renovação da terra, limpando-a para a chegada de outra força.
Vamos então afirmar a reafirmar, o Vale do Amanhecer é a cura de Jesus neste planeta, e se todos compreendessem este humilde Evangelho veriam que nada é tão rico em sabedoria pela tolerância e amor em aceitar a si mesmo. O que falta muitas vezes é baixar sua cabeça diante de sua provação e com honestidade rever sua posição diante do farol mestre que emite seu poder.
Vá para seu alabá e forme seu quadro desobsessivo na luz dos seus mentores, Cavaleiros da Luz, Pretos Velhos, Rainha de Sabá e principalmente Cavaleiro da Lança Vermelha.
Os poderes que ali são manipulados pelo alabá na permissão para entrar no seu aledá são de tanta importância para sua cura física e espiritual.
Vá, participe!
Salve Deus!
Adjunto Apurê

*O Alabá é um trabalho realizado por sete dias, no período da Lua cheia, tendo, como missão maior, a harmonia dos plexos dos pacientes pela concentração da força de Olorum (*) através da manipulação dos Pretos Velhos e a presença dos Cavaleiros da Luz (*), especialmente a do Lança Vermelha, da Cura Desobsessiva. É uma emissão muito poderosa, que beneficia também mestres e ninfas que participam do trabalho, trazendo a harmonização de seus espíritos e a recuperação de seus plexos físicos.
Este trabalho só poderá ser realizado em Templos que disponham de Corrente Mestra.
O Alabá deverá ser realizado na Lua Cheia, durante 7 (sete) dias (veja Calendário distribuído pela Coordenação), com o mínimo de 7 (sete) pares e sempre na contagem ímpar de pares, podendo ter a participação das Nityamas, Gregas, Mayas e Magos.
Nos dias de chuva este trabalho poderá ser realizado no Turigano ou em um local coberto, desde que não seja no interior do Templo.

Enviar um comentário