sexta-feira, 30 de novembro de 2012

Aprendendo a falar menos


Aprendendo a falar menos

Meu filho, o Doutrinador normalmente é muito falador e tem dificuldade de dominar a língua.
É necessário dominar a consciência sobre as consequências das palavras. Para vocês, que possuem um plexo Iniciático, não se pode mais aceitar que falem sem refletir.
Suas palavras são poderosas e a energia ectoplasmática impregnada é muito forte.
Cada vez que falam, estão emitindo energia, você se dão conta do que isso significa? Se falarem coisas boas,
falarem bem dos outros, emitirem compreensão tolerância, amor! Principalmente amor! Irão receber da mesma maneira.
Ao passo que se emitirem seus recalques, suas invejas, suas intolerâncias e julgamentos, receberam a mesma energia de retorno.
Depois não venham chorar injustiças.
Cada um recebe de acordo com o quê emite.
Sei que hoje vocês já controlam seus atos. As ações já são mais equilibradas e é muito difícil um Jaguar praticar o mal conscientemente. Mas as palavras continuam sendo emitidas ao léu e carregadas de energia negativa... E esta volta, meus filhos! Sempre volta na mesma intensidade ou agravada pelo sofrimento que elas possam causar.
E não é tudo! Controlem seus atos, suas palavras e ainda faltarão seus pensamentos.
É uma caminhada evolutiva! Passo a passo vamos descobrindo que não podemos mais praticar o negativo, em nenhuma situação. Não é para ser santinho do pau oco. Mas é para ir se conscientizando, ir prestando a atenção no que faz, no diz e no que pensa.
Somente assim, semeando boas energias, é que se pode receber
boas influencias.
Vejo muitos filhos reclamando da vida, dizendo que as coisas não vão bem, que brigam em casa, que o trabalho não está bom... Meus filhos, somos frutos do que emitimos e vossa Mãe Koatay 108 sempre afirmou que seu padrão vibratório é sua sentença. Não basta não praticar o mal!
Tem que parar de falar nele! Parar de emitir julgamentos, invejas disfarçadas, despeitos. Não pensem que podem enganar os seus Mentores com as mesmas desculpas esfarrapadas que dão os que lhes escutam. Nós vemos os seus verdadeiros sentimentos, está estampado na aura de vocês.
Pai João de Enoque
Enviar um comentário