sábado, 19 de novembro de 2011

A Terra

A Terra é uma obra de Deus, é uma obra divina, com os seus sábios nesta evolução física atual. Mas, o que seria dos físicos? Enfim, o que seria desta ordem perfeita, com a atuação de mil planos em involução, se os espíritos já atuam pela mente, pelos compromissos, reprovações dos que já estão em outros planos? Então, o físico não teria capacidade.

Como estamos em realizações tão construtivas e seguras, não precisamos ir tão longe. Vemos os Mayas e outras antigas civilizações.

Vamos apenas cuidar do que temos! O que temos... Os mundos em Cristo Jesus, em nossas mentes, na lógica desta Doutrina.

Sucessivas ondas de civilização se espalharam por toda a Terra. Depois, a História se dividiu em duas partes, com a chegada de Jesus Cristo. Sim, Jesus simplificou o Homem, que até então era um pouco deus, um pouco animal, às vezes civilizado, às vezes selvagem!

Uma vez que a nossa Terra estava estabelecida no plano físico, sua vida foi dividida em sete grandes períodos. Durante estes períodos a vida se desenvolveu sobre estes grandes continentes - sete grandes raízes do reino animal/vegetal, ficando provado que o próprio ser humano constitui as células mentais deste planeta. Na medida em que evolui, reencarna num estágio de desenvolvimento sempre mais elevado. 

A Terra é um ser vivo, porque vive sob a ação e a reação do mineral, que constitui seus três eixos. Palpita o seu desenvolvimento. Jesus formou o grande continente, que se fez em sete. Poderoso espírito, diante do trono, o espírito de um Deus Todo Poderoso e humano. Jesus condensou as sete raças em sete planos, dito evolução. Verdade! Jesus separou os seus mundos em espécies, fazendo sentir suas diferenças. E, assim, a Terra se dividiu em dois corpos!

Sim, este o segredo da grande obra de Jesus na Luz Astral, por emissão soberana, que é o grande Deus, que significa o Ser antes do Ser.

A razão é a Ciência que demonstra toda a existência harmoniosa e a hierarquia, a maior e a mais santa de todo este Universo, esta grandeza incomparável que fez Jesus descer para operar as transubstâncias necessárias para que a Terra entrasse na faixa de transmutação celestial. 

O Homem é, portanto, um microcosmo: matéria, força, corpo e função. E como a Terra tem espírito, corpo e função, os seres orgânicos atuam no centro atmosférico da função matéria, onde se agasalham os seres orgânicos dos centros nervosos.

Os animais são seres organizados pela Terra. Conforme Jesus vai evoluindo a Terra, vão terminando também as animalidades. Já estamos, em nosso atual estágio, na existência material perfeita.

Salve Deus!

Tia Neiva.

Enviar um comentário