segunda-feira, 22 de dezembro de 2014

O Iniciado que deixa a Doutrina - Kazagrande


Meus irmãos e irmãs, Salve Deus!

Nestes últimos meses tenho publicado diversos trechos de Mensagens de Pai Seta Branca. Ao mesmo tempo tenho procurado ouvir gravações de Tia Neiva que não foram editadas em forma de “cartas”.

Nestas lembranças o mais forte é sempre o sentimento de “mãe” que impera, sempre que escuto sua voz gravada. No meio das reuniões, ela para, cumprimenta um médium que chega atrasado, preocupa-se com outro se tomou seus medicamentos, brinca com algum, chama à razão outro... Enfim, fica claríssimo seu sentimento de mãe, onde ela, em meio a uma mensagem espiritual, deseja abraçar a cada um dos presentes e distribuir seu imenso amor!

Ter um filho ingrato é mais doloroso que a mordida de uma serpente!”. Esta frase de Shakespeare, nunca foi repetida por ela, mas acredito que assim ela sente quando um filho, que ela acolheu sob a égide dos nossos mistérios da Iniciação Dharma Oxinto, a mesma de Nosso Senhor Jesus Cristo, abandona a Doutrina pela falta de suporte doutrinário. Abandona por incompatibilidade com seus irmãos. Abandona porque não entendeu sua missão dentro do Vale.

Não falo daqueles que “passam” pela Doutrina... Daqueles que iniciam suas aulas, por vezes emplacam e trabalham um tempo e, depois de manipulada a energia que necessitavam para sua evolução, partem para seguir suas vidas, curados espiritualmente.

Falo daqueles que penetram nos Mistérios da Iniciação. Que fazem seus Juramentos e assumem um compromisso perante Nosso Senhor Jesus Cristo.

Não podemos jamais permitir que se banalize a Iniciação! O médium deve estar preparado para dar este passo! Uma Iniciação fica marcada em nosso plexo por 10.000 anos, não foi assim que aprendemos?

Vamos dividir nossos conhecimentos! Informar, ensinar, passar a experiência vivida! Não precisamos de fariseus doutores da lei... Precisamos de missionários desprendidos que compartilhem o conhecimento e auxiliem aos aspirantes a compreender a simplicidade da essência da Doutrina: Amor, Humildade e Tolerância!

A Iniciação tem um Mantra Sagrado que revela toda a verdade da vida a ser assimilada! Nestas simples palavras, que temos o compromisso de repetir nos três horários Iniciáticos, está toda a sabedoria a ser vivenciada neste plano físico!

Mas por que um Iniciado deixa a Doutrina?

Estaríamos perdendo a magia consagrada que Tia Neiva nos deixou? Estaríamos tão envolvidos em disputas de poder temporal que envenenamos a pureza do iniciante sincero em suas intenções de servir?

Como Filho Adotivo de Koatay 108 não posso admitir estas perguntas!!!

A Doutrina do Amanhecer segue encaminhando milhares, milhões de espíritos. A simples presença de um par, Doutrinador e Apará, já permite a realização de trabalho de valor incalculável. Pode salvar uma vida! Pode resgatar um espírito há séculos acrisolado no etérico terrestre.

A grande nave da Doutrina do Amanhecer segue seu curso e continua cumprindo a jornada de encaminhar, doutrinar e emanar!

Vocês podem dizer que não podem alienar-se... Salve Deus! Nunca nos alienamos, apenas compreendemos que devemos mergulhar na Individualidade e nela não existem os problemas deste plano. Somos espíritos experientes, com toda uma consciência transcendental a ser despertada e que nos trará a compreensão do Juramento a ser respeitado.

Mestre, eu não suporto nem olhar para determinado Mestre ou Ninfa, saio de sintonia até em ouvir o nome dele”...

Salve Deus! Jesus nos disse:

Perdoa o teu irmão não só sete vezes, e sim setenta vezes sete”.


Kazagrande

Enviar um comentário