terça-feira, 30 de julho de 2013

Guia Missionária Virgem do Sol

Guia Missionária Virgem do Sol
Nunca podemos esquecer que vivemos a Lei da Causa e Efeito! Num passado distante existia um reinado onde o Rei colocou como Lei a Pena de Morte daquele(a) que fosse pego praticando “atos considerados de prevaricação.” Nasceu então uma filha desse Rei: essa menina, ainda muito, pequena passou a ter como companhia o também pequeno filho de uma escrava que foi trabalhar no castelo. Juntos, praticamente como irmãos, cresceram a filha do Rei e o filho da escrava. Quase adultos, mais ou menos 19 anos, o jovem filho da escrava recebe de um capataz a informação que em um riacho próximo dali existia ouro reluzindo à flor da terra. O filho da escrava leva a informação à filha do Rei e juntos vão averiguar o fato. Quando os dois estão à beira do riacho, vasculhando as margens em busca do ouro, são vistos por um soldado que imediatamente leva a informação ao Rei, acusando-os do descumprimento da Lei! O Rei então determina o cumprimento da Lei e o filho da escrava é arrastado por um cavalo pelas ruas até sua morte. Determina também que seja feito um poço com 30 metros de profundidade, onde jogou, de cabeça para baixo, sua filha. O sofrimento da jovem é grande e por dias ouve-se os gritos dela dentro daquele poço!
Essa jovem era na realidade um espírito com uma condição já muito evoluída, mas que tinha, tão somente, um débito transcendental ou cármico, exatamente com o espírito daquele jovem filho da escrava. Ao desencarnar o espírito da jovem filha do Rei, pelo seu grau evolutivo vai diretamente para as Legiões já na condição da Guia Missionária que tão bem conhecemos hoje! Também pelo seu grau evolutivo o ectoplasma desprendido, emitido nos gritos aflitos da jovem, impregnaram aquele poço fazendo do mesmo um ponto de força curadora. Vinham pessoas de muito longe fazer os seus pedidos naquele poço e eram curadas!
Tia Neiva dizia que enormes quantidades de muletas foram se aglomerando, durante os anos, próximo daquele poço! O lugar ficou conhecido como o Poço da Virgem do Sol. Quando Pai Seta Branca, atendendo a determinação de JESUS, se dirige às Legiões para organização do grande acervo que viria a ser a nossa doutrina, essa Guia Missionária se apresenta para movimentar os seus poderes em favor desse Sistema Iniciático! Um dia Tia Neiva disse: “Meus filhos nós precisamos fazer o Poço da Virgem do Sol!” Alguns até se movimentaram para fazer um poço mesmo, mas logo foram esclarecidos por Tia Neiva que o poço da Virgem do Sol, tratava-se do trabalho de Estrela de Nehrú ou Estrela Sublimação!
Poço da Virgem do Sol, Estrela de Nehrú ou Estrela Sublimação é tudo uma coisa só. Esse trabalho é a primeira raiz de força do Turigano!!! Essa estrela começou a ser construída próxima a Estrela Candente e finalmente foi construída próximo da entrada do Tempo Mãe. Nehrú nos planos espirituais significa seca ou melhor, Estrela Seca, pois a mesma não tem água. Mas Tia Neiva tinha medo de que as pessoas pensassem que era seca de energias e por isso preferia chama-la de Estrela Sublimação, ou seja, estrela onde se movimentam forças sublimes! Os poderes do Oráculo de Olorum, do Oráculo de Obatalá e do Oráculo de Simiromba são base para a movimentação das forças da poderosa Guia Missionária Virgem do Sol, primeira Missionária Maya nas Legiões! Dizem também que a Guia Missionária Virgem do Sol é a Alma Gémea do Cavaleiro da Lança Reino Central.
Por isso a importância da participação das Ninfas da Falange Missionária Maya na corte que se movimenta naquele ritual. Mas como já dito a Estrela Sublimação é a primeira raiz de força do Turigano. Por isso não pode existir Estrela Sublimação sem que haja o Turigano. É muito importante que as missionárias Maya façam o Canto no Turigano representando essa bendita Falange. A Policena do Turigano, também é representada por uma Ninfa Maya Lua! A Rainha Exilada do Turigano também é representada por uma Ninfa Maya Lua. É muito importante que as Missionárias Mayas se dediquem para o perfeito funcionamento do Turigano, do que também depende o perfeito funcionamento da Estrela Sublimação e vice-versa.
Essa história foi contada pelo Adjunto Yumatã Mestre Caldeira. Existem outras versões diferentes dessa história, citações e particularidades sobre a poderosa Guia Missionária Virgem do Sol e sua falange, lembrando que a origem da Falange de Mayas não tem nada a ver com a origem da Falange Príncipes Mayas.

Por Adjunto Tarjor
Enviar um comentário