sexta-feira, 16 de maio de 2014

Agla



Ser uma AGLA significa estar no Segundo Verbo. Na Cabala Hebraica, Agla é uma palavra à qual se atribuem poderes para expulsar os maus espíritos. É formada pelas iniciais das palavras Athat, Gabor, Leolam e Adonai, tendo como significado “Poderoso e Eterno Senhor”. ADONAI é um dos 72 nomes que os antigos Magos davam ao autor da criação e, especialmente, invocavam este para determinadas operações da Magia. Em Hebraico, quer dizer “Meu Senhor”, sendo usado para designar Deus, Soberano Absoluto. No Antigo Testamento foi usado para substituir Yavé, pelos Judeus.
• “Por exemplo: estou no Segundo Verbo - sou uma AGLA! Só podemos nos dar ao luxo de ser uma Agla quando temos consciência de todas as coisas e passamos pelas dores da Terra.
Filho, no dia em que fui consagrada como Koatay 108 não tive tanta emoção, ou não foi igual àquele quando do meu ingresso no Segundo Verbo.
Agla! - gritaram - Agla Koatay 108!
Vou morrer - pensei - Não é possível! Tive medo da regressão, lembrando-me das palavras dos Sábios: “Não farás o que a Natureza não faz, mas a Natureza não fará o que tu poderás fazer! Confiamos a ti todas as Iniciações dolorosas, e nos devolvestes obras de atos. Pronunciamos cabalisticamente o nome AGLA porque sofrestes as provas da Iniciação. Vira-te para o Oriente, porque tens o poder de três Raízes na figura de Koatay 108, do Grande Morgano 108 - o Grande Talismã Morgano 108!”
Sim, filho, mesmo as grandes Iniciações têm as suas regressões, às vezes muito maiores do que as nossas. E na Magia de Nosso Senhor Jesus Cristo - a única que eu conheço, e que também não aceita interferências - há regressão, mesmo pela dor cármica.” (Tia Neiva, 27.10.81

Enviar um comentário