segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Homenagem aos nossos queridos Pretos Velhos


                           Homenagem aos nossos queridos Pretos Velhos.

Conta a história todo o sofrimento desse povo na época da escravidão, quando eram tratados como animais por serem separados de suas famílias e açoitados pelos senhores de engenho, verdadeiros algozes. Hoje passado muito tempo, trazem às nossas casas espíritas ensinamentos de amor, caridade, paciência, perseverança e gratidão.

Mas como aplicar seus ensinamentos nos dias atuais, no nosso dia a dia, no nosso meio familiar, no nosso meio profissional? O importante mesmo é não nos deixarmos sucumbir diante dos espinhos e das surpresas desagradáveis do quotidiano, é estarmos na vida com sabedoria, com inteligência e com gratidão.

A prece é uma forma de nos ligarmos ao Universo, a Deus pois somos agraciados nesses momentos de oração, aos medicamentos necessários à cura de nossas feridas e chagas da alma. Estarmos atentos contra a maledicência e o orgulho, erva daninha que quando regada, tem a capacidade de destruir a vida de um homem, também faz parte dos ensinamentos do Cristo e dos nossos queridos Pretos-Velhos.

O perdão também faz parte da alegria daquele que perdoa muito mais do que aquele que é perdoado, pois traz em seu âmago a semente da paz e da tranquilidade de alma, afinal de contas, ninguém passa pela vida sem ter que ser perdoado por alguém não é verdade?

Por esse motivo o entendimento, a compreensão, a solidariedade, a fraternidade e o amor incondicional se faz urgente na vida do ser humano. Se não conseguirmos exercitar, praticar todos esses ensinamentos de uma só vez, tenhamos boa vontade em fazê-lo no decorrer de nossas vidas, dia após dia e no final, teremos feito muito por nós e pelo nosso próximo.

Sábio não significa ser aquele que possui inúmeros diplomas universitários para ostentar aos outros, sábio é aquele que tem pureza de coração e consegue compartilhar o seu melhor com todos de forma incondicional, porque quanto mais eu faço pelo meu próximo, independente da minha vontade, eu sempre irei receber da mesma forma que eu doar.

Pensem nisso e que a sabedoria do Preto Velho, possa fazer parte de suas vidas, acalentando os vossos corações e almas.



Usa a ti mesmo como lâmpada, acende a tua luz! (Buda)
Enviar um comentário