terça-feira, 17 de setembro de 2013

Os Homem-Passaro



Depois de caminhar 12 (doze) anos dentro do Século XX o homem ainda almeja alçar seu próprio voo..., tornar-se novamente aquilo que já fora num passado remoto... reviver a Era do "HOMEM-PÁSSARO".
Ainda estamos por falar mais um pouco dos "JAGUARES" e a "ILHA OMEYOCAN", pois nesta civilização de acordo com os relatos de Neiva quando em viagem com seu guia "AMANTO" é que se utilizava de acessório corpóreo altamente evoluído para cortar os Céus daquela época e poder cumprir a parte mais delicada da missão daquela tribo que era implantar o conceito de sociedade. Para percorrer grandes distância e fugir dos perigos terrestres os "JAGUARES" se utilizavam de macacão cedido pelos mestres Capelinos chamado ANODAI que era totalmente canalizado e voava pela energia do Sol e quando deixado na cabine de controle, se fazia conectado com os planos siderais recebendo suas rotas a serem cumpridas... Era uma maravilha tecida com vastos conhecimentos eletrónicos e até de ordem nuclear no interior das "AMACÊS" em benefício da Terra dos Homens-Pássaro!
As "AMACÊS" ensinavam a união da família e o verdadeiro amor aos homens daquelas tribos que tinham como tutores 07 (sete) Iniciados, dos quais o citado "NUMARA" era um deles e que por vaidade levou sua região a uma triste desintegração quando de sua tentativa em capturar uma das naves, fato este que leva aos arqueologistas de hoje se desdobrarem em teses para explicar o desaparecimento misterioso do conjunto populacional chamado de "MAYAS".
Por vezes as "AMACÊS" instruíam a população com vozes a serem escutadas por todo um vale para deixarem suas casas e com voos rasantes, em meio a riscos profundos e luminosos nas noites escuras deixavam toda e qualquer rocha luminosa com a força de seu magnetismo, inclusive as estátuas dos "MOAYS" que por sua distribuição se bem examinado este relato mais parecem postes de luzes a iluminar toda uma região e seus habitantes, afastando as feras selvagens e provando que ali estavam aquelas naves para ajudar ao homem caminhar rumo ao ápice de seu desenvolvimento terrestre. Obviamente hoje, os contactos perduram de forma diferenciada e com o objetivo de garantir a saúde de nossos corpos que possuem uma longevidade bem menor que os anteriores e haja vista a superpopulação da orbe nos tempos modernos. Muito em breve com a já predita "CONJUNÇÃO DE DOIS PLANOS" os habitantes do planeta poderão novamente ver a olho nu o que relatamos aqui neste livro e verificar que nunca estivemos caminhando sozinhos, e pelo contrário estamos sendo sempre guiados por estes mestres que vibram pelo progresso saudável desta atual humanidade que deverá transpor o estágio planetário de "EXPIAÇÃO" para "REGENERAÇÃO".
Poderemos em breve nos sentir parte do Universo e ver brilhar tantas coisas quanto somente as rochas do passado, mas também perceber o brilho de nossos corações quando amamos com ternura o nosso próximo!
A Ilha de Páscoa fica a cerca de 4.000km da América do Sul e a 3.000km do Tahiti, e situa-se no Oceano Pacífico. Em 05 de Abril de 1722, o explorador holandês Jacob Roggeveen atravessou este citado oceano partindo do Chile em três grandes navios europeus e em 17 dias de viagem chegou a esta ilha num domingo de Páscoa... dando seu nome conhecido até hoje! Muito próximo ao gigantesco e milenar vulcão "RANO KAO" está Orongo, um conjunto de casas dos antigos rapa nui... local com íntima ligação à antiga tradição que advém dos tradicionais e verídicos Homens-Pássaros do passado. Esta tradição se alonga até os dias atuais mas dentro de uma ritualística que não mais alça voos..., senão no imaginário de seus praticantes.
Os incríveis "HOMENS-PÁSSAROS" chegaram a ser cultuados fortemente na civilização egípcia, e tendo como um de seus ícones o Deus "HÓRUS"... Deus do Céu e de todos os vivos, ficando fácil sua identificação por sua imagem estilizada com cabeça de falcão. Horus foi um dos deuses mais importantes e seus olhos representavam o Sol e a Lua, tendo sido um dos maiores governadores do Egito.
Viajando connosco nestas linhas você perceberá que nem tudo são deuses ilusórios ou singularmente ritualísticos, mas figuras ligadas aos grandes líderes do passado que desenharam na Terra um lindo rascunho dos planeamentos de Deus Pai Todo Poderoso, chegando nos dias atuais praticamente em formas hieroglíficas e de difícil entendimento quando pesquisado com os olhos humanos... Que o despertar do homem venha da ligação entre o Céu e a Terra e que este "RELIGARE" se faça sem muitas perdas, sem muitas dores ou sofrimentos, pois para o amor nada é impossível!
SALVE DEUS!
PS: Texto extraído das páginas do livro virtual "Projeto Seta Branca - Uma missão de amor"
Enviar um comentário