quinta-feira, 19 de setembro de 2013

O Adjunto Koatay 108 Arauto


  • As incumbências de um Adjunto Koatay 108 são algo de séria importância, não havendo meio termo.
Por exemplo: um POVO!
Além do já descrito para um Adjunto sobre seu povo e suas responsabilidades doutrinárias e sua conduta espiritual, o povo de um Adjunto não deve ser tão somente dinâmico, mas sim um povo em harmonia doutrinária, deixando de se preocupar com a posição que poderia desenvolver os seus Sétimos.
Meus filhos, reparei neste erro quando os vi sentados para atender a pequenos caprichos dos seus Sétimos, antes de se harmonizarem com seus Sextos Raios, seus padrinhos, bem como com suas Yuricys, suas Jaçanãs, suas Dharman Oxinto, suas Samaritanas, seus Comandantes Janatã, e assim por diante.
Sim, seus problemas espirituais, seus grilos, seus conflitos, seus clamores, suas dores... sem participar, é claro.
Com este mesmo espírito, meu filho Adjunto Koatay 108, eu quero lhe fazer entender o que é um Arauto.
O Arauto é um Adjunto Koatay 108, com todas as regalias de um Adjunto, seu Ministro, sua cassandra, sua posição nas filas extras. O Arauto pode ocupar a cassandra de outro Arauto, isto é, Cassandras Ilimitadas, porque as outras já foram feitas para o Adjunto de povo.

O Adjunto Koatay 108 Arauto é um Adjunto à espera da grande oportunidade de fazer seu povo, em qualquer tempo que lhe convier. O seu povo se limita aos seguintes Mestres: Padrinhos e sua escrava; uma Yuricy, uma Dharman Oxinto; uma Samaritana; uma Jaçanã; um Comandante Janatã; dois Magos e uma Muruaicy, todos podendo sentar em sua cassandra.” (Tia Neiva - s/d)
Enviar um comentário