segunda-feira, 20 de maio de 2013

Tia Neiva foi Nefertiti?


TIA NEIVA FOI NEFERTITI? - DE AKHENATON ATÉ O VALE DO AMANHECER.

Devido ao grande número de acesso ao tópico DE AKHENATON E NEFERTITI ATÉ TIA NEIVA E O VALE DO MANHECER, reeditei com estas duas novas e importantes informações: dois mestres veteranos de minha confiança, Arcanos do Vale do Amanhecer, pessoas idôneas e sensatas, que conviveram com Tia Neiva, me confirmaram que a Tia Neiva foi a Rainha Egípcia Nefertiti e algo que contribui para esta afirmação é que na sala onde se realiza o trabalho de Cruz do Caminho (no Templo) estão presentes as imagens de Tutankamon, Akhenaton e ao seu lado a imagem de Tia Neiva o que nos sugere representar Nefertiti que sempre esteve ao lado de Akhenaton, daí a afinidade de espíritos e a ligação destes com Tia Neiva e o Vale do Amenhecer. Apenas não posso afirmar isto pois não tive contato direto com Tia Neiva; outros dizem ser Mãe Yara (mentora de Tia Veiva) e Nefertiti o mesmo espírito, mas seja como for a ligação espiriual emtre estes grandes espíritos existe independentemente da personalidade transitória que tenham assumido naquele tempo e atuam hoje em conjunto nos trabalhos do vale do Amenhecer.
Em Planautina-DF, à margem do lago no Vale do Amanhecer, foi construída uma pirâmide e sua entrada lembra o Templo do Sol. Lá estão entre outros ministros e entidades espirituais ligadas ao Vale, as imagens de Akhenaton e Nefertiti.
O vale do Amanhecer, unifica em sua doutrina o conhecimento de culturas cósmicas e de muitos povos da história terrena e realiza de forma cientifica a manipulação de energias em favor do Planeta e dos pacientes encarnados e desencarnados que mais precisarem, assim o que antes estava isolado e dividido em muitas divindades, hoje, por questões de origem de um povo exilado na terra (exilados de Capela) e por fatores cármicos, se unifica com semelhantes rituais e cerimoniais das origens e daqueles tempos de culto aos deuses, agora em favor do Caminho, da Verdade e da Vida, que leva a unidade com Deus através de Jesus Cristo, na Nova Era, a era do cerimonial que prepara a Nova Terra para que nela se estabeleça plenamente o Reino de Deus, o Reino do Sol Espíritual que é Pai do Sol material cultuado como o próprio Deus em muitas culturas primitivas que ainda não tinham a consciência expandida para compreenderem além do que podiam ver, mas que agora retornaram a carne para prestarem conscientemente similares cultos ao Verdadeiro Sol da Vida: DEUS PAI TODO PODEROSO!
Segue o tópico reeditado: DE AKHENATON E NEFERTITI ATÉ TIA NEIVA E O VALE DO AMANHECER
Akhenaton, junto com Nefertiti, realizou uma importante obra de unificação entorno do deus único Aton (o Sol), embora, pelas distâncias e dificuldades de comunicação, o povo continuasse politeísta, adotando Aton apenas como mais um deus. Após viver ao lado do faraó por quinze anos, Nefertiti foi para Tebas, temendo ser morta nos complôs que foram tramados pelos sacerdotes e pelos generais, retornando ao palácio real, onde viveu por mais três anos, com a filha e o genro, o faraó Tutankamon que assumiu o trono do Egito sucedendo Akhenaton.

A cidade de Akhenaton foi desativada e abandonada, sendo arrasada pelo general Horemheb, que foi sagrado faraó em 1335 AC, e com quem se extinguiu aquela dinastia, retornando o Egito ao culto de Amon, dando início à XIX, a grandiosa dinastia dos Ramsés (poderes hoje também em unidade com o Jesus Cristo nos planos espirituais e no Vale do Amanhecer).
O trabalho de Akhenaton, embora abandonado pela maior parte dos egípcios, sobreviveu. Como Amon era o deus, foi acrescido da partícula Ra, que significa o Sol, dando a designação AMON-RA, que se compreende como raio derivado de ATON.

Nos dias atuais, o poder de Amon-Rá, através de Akhenaton, unificado em Jesus Cristo, por estar hoje em unidade com o Mestre dos mestres sua Doutrina de Amor, emcontra-se em conexão com diversos trabalhos realizados na doutrina do Vale do Amanhecer.
O poder de Akhenaton age de modo concentrado no Leito Magnético e em trabalhos de elevado grau de realização, como o Turigano e a Estrela de Nerhu. Não se desloca sem uma grande razão, pois concentra forças muito intensas, que devem ser manipuladas apenas em locais onde haja grande concentração de médiuns preparados e uma força magnética animal (ectoplasma) muito ativada, para que lhe permita se deslocar plenamente em favor do trabalho as ser realizado. Tem todo o poder de Amon-Rá, e se projeta no chakra coronário do médium preparado dentro do sistema iniciático do Vale do Amanhecer, fornecendo-lhe a energia específica para realizar, eficiente e eficazmente aqueles trabalhos.
É uma grande energia, gerando força desobsessiva, curadora; energia de transmutação.  Através dela se manipulam todas as outras energias de níveis inferiores que chegam pelo poder da integração àqueles trabalhos, transformando-as, pelo poder da desintegração e reintegrando-as no caminho para Deus.

O faraó Akhenaton foi o representante, na Terra, desse Raio. A força de Amon-Rá continuou sendo conhecida e manipulada através dos séculos, e  chegou até nós, no Vale do Amanhecer através de Jesus e Pai Seta Branca, o Simiromba de Deus, que foi Francisco de Assis – o Irmão Sol) interessante como tudo está interligado, ainda que aparentemente, na Terra, estejam em condições diferentes, mesmo em épocas distantes.
Enviar um comentário