quinta-feira, 23 de maio de 2013

Reparação


Salve Deus!
A nossa missão neste valioso Vale do Amanhecer é uma reparação dos nossos erros do passado, e é só através desta consciência que saberemos o final de uma longa história vivida sob a égide da espada.
Quem tem amor não se entrega a falta de conduta que leva muitos jaguares a se entregar pelo vicio da discórdia, da insurreição e do ódio, mantendo sob seus pés os seus algozes encouraçados espíritos. Estes *algozes são na verdade a nossa moral enfraquecida pela violência desraigada por uma sociedade in-moral se permitindo as falhas dos seus laços de afinidades. Cada família tem que manter-se dentro do permitido, não que tudo seja proibido, mas deverá ensinar aos componentes de sua linhagem os segredos da evolução.
A nossa idolatria é como tentar fugir das participações em determinados assuntos pertinentes à época do ocorrido, mas não há como se livrar da responsabilidade espiritual, porque como sempre todos dizem: Nada passa despercebido para Deus, ou, Deus está vendo.
E ele vê sim, mas ele não te condena, o que te condena é as suas próprias falhas, o seu caminho imperfeito, a sua falta de força moral para equilibrar seus três reinos. Eu tenho acompanhado muitos casos de verdugos passando pelos trabalhos, pessoas que simplesmente matavam sem um pingo de amor. Tem uma grande diferença, matar por amor e matar sem nenhuma razão especifica, mas os dois estão totalmente errados, porque não podemos sair por ai matando.
Quando uma pessoa senta num trono as enormes filas se anunciam e vai definindo quem é quem nesta história de evolução e involução, pois a transição de um corpo para outro não muda o destino e nem altera o seu cárma.
Ser consciente neste evento entre o céu e a terra nos permite definir a lógica do envolvimento que cada pessoa tem com sua própria história, porque tudo é uma eterna história do bem e do mal.
Não vamos querer tapar o sol com a peneira nos esquivando da nossa missão de mudar o nosso quadro espiritual, sim, meus irmãos, o que Pai Seta Branca está fazendo por nós, nenhum outro espírito quis assumir esta missão, porque somos bárbaros homens das cavernas vivendo no futuro. A machadinha ainda está em nossas mãos, ainda está golpeando o espaço em nosso redor, e aí daquele que cruzar nossas vidas por algum motivo de reparação.
Nós fomos carrascos e hoje nos plantamos de santinhos numa sociedade fútil e cheia de mesquinharias. São estas coisinhas que mudam o destino das pessoas, são estas quinquilharias que destroem o comportamento humano da razão e sentimentalmente iludem as famílias a cometerem os desajustes entre si e com os demais envolvidos.
Eu vi estes dias o que é ser um carrasco, um algoz, um verdugo. Meu Deus! Eu vi a triste história de um ser infernizado pela sua má vivência cristã em que foi algoz de suas vitimas tendo como conseqüência a sua morte no campo dos mártires. Hoje ele é o infernizado, ele é o sentenciado pelas suas ações do passado. Nada que construa será edificado e quando lá em cima estiver logo cairá por terra com tudo que ergueu.
Sofrimento, não, reparação. Aí daquele que não reconhecer seus atos históricos nesta passagem do terceiro para o quarto ciclo, porque nesta condição de aceitação é que os restos cármicos serão compensados e queimados. Quando Pai seta Branca nos disse que veríamos fumaça sem ter fogo é porque ali estaria sendo desintegrado um cárma, ele queimaria pelo fogo etérico. Tudo isso ele está promovendo em nosso favor, pela força do Mestre Jesus que está reformulando o planeta terra. Com a queima deste cárma seria também desentrelaçar a nossa dor com o rompimento das cobranças, sim, os espíritos estariam participando deste cerimonial. Eles estariam vendo o seu algoz sendo queimado pelo fogo etérico, para eles seria uma grande vitória, a finalização desta cobrança milenar e assim voltariam para Deus.
Para que isso aconteça é preciso escutar a sua voz interior te chamando para o sacerdócio, te chamando para a casa de nosso pai, te dando a certeza que está no caminho certo, mesmo que tenha mil dificuldades, mas com o pé na estrada, de cabeça erguida e cantarolando seus mantras.
Não deixe de emitir seus mantras, onde quer que esteja ele é um poder que remove as cargas perigosas a sua volta e te deixa mais ligado ao seu padrão mental espiritual. Emane o seu amor para que todos vejam quem realmente você é.
Salve Deus!
Adjunto Apurê
Enviar um comentário