segunda-feira, 10 de dezembro de 2012

Aura

-->
Todo ser vivo é composto por células cujas partículas atômicas possuem cargas elétricas que geram um campo magnético próprio, sensível a impulsos eletromagnéticos e outras influências externas, a que se denomina AURA (ou “Força X”, como a conhece a moderna Medicina, ou “Energia Bioplasmática”, da Parapsicologia).
A Aura é uma emanação luminosa que cerca o corpo físico, normalmente em forma de um ovo em pé, tendo cerca de 45 cm em sua parte mais larga (pela emissão do Sol Interior), composta de várias cores, cujas tonalidades e intensidade indicam o estado de saúde física e energética do indivíduo - suas energias áuricas.
É um campo magnético que nos envolve, gerado pelo que emitimos através do nosso Eixo Solar, dando proteção e filtrando as vibrações que nos rodeiam. Varia de tamanho, densidade e coloração conforme as forças eletromagnéticas de cada um. Sua formação depende do prana (*) e dos chakras (*), e pela aura se pode aferir a carga energética do médium de modo científico, sem depender de alguém com poderes de vidência.
São individualizadas e, portanto, diferenciadas as emanações de energia dos seres vivos que se refletem na aura, através das cores, concentrações e formas, representando ganhos, perdas ou alterações energéticas.
Existe um aparelho simples – o Aurameter –, muito utilizado na Parapsicologia, que permite verificar a polaridade e intensidade da aura, bem como das emissões dos chakras, propiciando o ajuste através da mentalização e energização do chakra que estiver negativo.
A aura é, assim, a verdadeira imagem energética de uma pessoa e revela seu nível de elevação espiritual. As primeiras experiências desenvolvidas pela ciência quântica, já numa tecnologia bem avançada, foram demonstradas pelo processo Kirlian, na União Soviética, hoje difundidas por toda a Terra.
Além da consciência, de sua energia mental, existem fatores que interferem no campo energético: a necessidade da evolução pelo desenvolvimento mediúnico; a memória e registros transcendentais; o sistema próprio de crenças e verdades; as vibrações de campos energéticos de outras pessoas e de ambientes; a influência de drogas químicas, medicamentos e hábitos alimentares.
A textura da aura indica o caráter da pessoa, enquanto a forma e a cor revelam sua saúde e condições emocionais. Na pessoa enfraquecida ou debilitada energeticamente, sua aura ficará opaca, até mesmo escura, propiciando que vibrações negativas impregnem sua aura, fazendo com que o médium capte energias pesadas, tornando sua presença desagradável e permitindo que cargas negativas cheguem aos seus chakras, aumentando, cada vez mais, sua desarmonia e desequilíbrio.
Quando estamos bem, equilibrados e sadios, temos uma aura grande, clara, com colorido suave. Uma aura cristalina e limpa permite excelentes vibrações e emissão pura de ectoplasma, bem como recepção plena de prana.
Assim, de acordo com suas reações emocionais e seu caráter, cada um de nós determina a estrutura e a coloração de sua aura. Em experiências científicas, o Conselho Britânico de Cores catalogou colorações da aura, chegando a 1.400 tons de azul, 1.000 de vermelho, 1.480 de castanho, quase 100 de verde, 55 de laranja, 26 de violeta e quase 20 tons de branco, demonstrando o excepcional número de combinações que pode envolver a coloração da aura.
Nas figuras representando anjos e santos, do Catolicismo, podemos observar auréolas luminosas sobre suas cabeças, que representam as auras iluminadas dos seres superiores.
A aura nos protege de acordo com sua estrutura, que é decorrente do nosso padrão vibratório. Por isso Koatay 108 sempre nos dizia que nosso padrão vibratório e a nossa sentença!
O Doutrinador, ao fazer entrega de um sofredor, deve ter a preocupação de estender bem os braços para cima, mentalizando um portal de desintegração - a elipse da Estrela Candente ou da Mesa Evangélica - para que aquele espírito passe fora de sua aura. Se não fizer isso, pode acontecer de aquela energia se projetar em sua própria aura, causando-lhe sérios transtornos.
Pesquisadores concluíram que os tecidos doentes mostram, sempre, uma aura turva, enquanto o tecido sadio está com sua aura límpida, e há casos que apresentam pequenas modificações - manchas ou turvações - em auras de pessoas sadias, indicando que havia um mal em formação. Com o passar do tempo, a doença se instalou no corpo físico, demonstrando que a maioria de males físicos têm sua origem na desestruturação dos campos perispirituais.
A aura é nossas identidades físicas, psíquicas e morais. Se nos conduzimos dentro da conduta doutrinária, com amor e dedicação na Lei do Auxílio, teremos uma aura luminosa e colorida. Se nos deixamos levar por quedas do padrão vibratório, sem tolerância, envolvendo-nos em ambientes onde se fazem presentes conflitos, palavrões, agressões, pensamentos negativos, deprimentes, doentios, e onde se praticam violências e imoralidades, nossa aura vai-se adensando e escurecendo, indicando nossa queda vibracional.
Se nos tornarmos misericordiosos e alegres, buscando o contato com pessoas felizes, com ambientes saudáveis, procurando ajudar aos irmãos que estejam passando por dificuldades, desequilibrados por suas dores e aflições, podemos ter nossa aura límpida e colorida vivamente, atraindo Espíritos de Luz para nos ajudar em nossa jornada.
    A força psíquica, quando chega a ser espírito humano - a alma -, tem necessariamente gravada no perispírito todas as qualidades distintas e caracterizadas, que são as condições absolutamente indispensáveis à manutenção da vida para cada um: mais timidez, mais audácia, tudo de conformidade à sua missão na Terra, porque a alma humana é o produto da evolução da força através do reino de sua natureza. O mundo é um hospital, onde a cura é a própria desobsessão, porque a energia extra-etérica é átomo que se revela na aura.” (Tia Neiva, s/d)
      Eu estava no Canal Vermelho, quando um certo homem, vindo recentemente da Terra, passou, aliás, sem me conhecer e sem conhecer ninguém.
Alguém perto de mim comentou: “Olha, Tia Neiva, este homem! Veio recentemente da Terra. Ainda tem a aparência de físico. Este homem sofreu tanto...foi caluniado pelo seu vizinho e terminou seus dias na prisão. Perdeu a família. Sim, filhos, mulher... É terrível o mundo de expiação!”
O senhor o conhece?” Perguntei.
Não, Tia Neiva. Aqui, a própria AURA esclarece tudo e, assim, sei!”
Pensei: se assim na Terra fosse, logo se consertariam tantas mentiras... Lembrei-me de mim e de meus consulentes!” (Tia Neiva, 20.11.80)
Enviar um comentário