quinta-feira, 26 de março de 2015

Conversando com o Ministro



Certa vez um espírito que havia cumprido sua jornada na terra se encontrou com seu povo nos planos espirituais. Ansioso em poder se encontrar com o ministro que havia guiado os seus passos, junto ao seu povo na terra, indagou aqueles que o rodeavam em como e quando ele poderia realizar esse tão desejado encontro. Logo lhe responderam que o ministro realizava encontros a cada lua nova, com todos, mas que seria muito difícil um encontro particular, devido aos compromissos daquele ministro que eram intermináveis. Ele compreendeu, mas não desistiu daquele desejo que sempre vivia a pairar sobe os seus pensamentos. Aprendeu bastante naquele plano e já se preparava para iniciar uma jornada como missionário da luz, quando um presente lhe bateu a porta. Era o seu querido ministro que veio lhe abençoar pessoalmente e lhe desejar sorte em sua nova missão. Aproveitando aquela oportunidade ele perguntou:
Onde exactamente o senhor trabalha? Porque é tão difícil um encontro com o senhor? Com um sorriso de ternura infinita ele respondeu:
- Não sou de difícil acesso, muitas vezes são os meus queridos filhos que não se aproximam de mim. Passo maior parte projectando-me aos mundos negros, pois lá existem muitos filhos meus que ainda insistem na velha estrada. Assim como na terra também eu fico a buscar os que hora não se encontram. A cada nova lua eu volto para casa para dar a bênção aos meus irmãos, mas não me preocupo, pois sei que eles estão bem. Sei que nem notou filho, mas já estamos no plano terrestre, lugar onde hoje irá encarnar o teu afilhado. Irá seguir esta jornada junto a ele para cumprir uma missão sublime. Aqui sempre estará junto a mim, pois quem cuida dos meus filhos, cuida também de mim. Faça o seu melhor por ele, pois ele dará passos importantes nesta jornada, assim como você também dará ao final da sua!
- Mas até quando o senhor deverá cumprir esta missão? Quando poderá desfrutar da paz de estar ao lado dos que amam?
- Salve Deus meu filho! Passaste de um estágio da tua evolução em que lhe foi permitido desfrutar de um bom tempo com aqueles aos quais tens tanta afinidade. Seu aprendizado foi tamanho neste período, que por seu próprio desejo, quis uma missão na terra, graças a Deus, a conquistou. Isso lhe permitiu este encontro, que esperamos em Deus, produzir bons frutos. Eu galguei todos estes degraus que hora você passa. Será nítido para ti no futuro; um amor tão forte, que nenhum outro sentimento terá espaço em teu coração que não seja o de descer aos mais baixos planos e buscar todos os nossos irmãos que ficaram para trás. Quando eu conduzo esses filhos a um plano, onde eles podem ser tratados e recuperados, é como se eu estivesse sempre em casa, pois na paz conquistada por cada um deles o meu espírito transborda de alegria. Deus nos permite estar em casa, hoje mesmo, se assim desejarmos, podemos retornar à ela. Eu quero ir para casa, mas apenas quando ela estiver completa, com todos que a ela pertencem, pois enquanto um filho meu estiver perdido, eu darei tudo que tenho para fazê-lo se encontrar, seja hoje, seja daqui mil anos, não me importa o tempo! Eu tenho apenas a missão em que me foi confiada como objectivo, a qual eu cumpro com todo meu amor! Salve Deus meu filho! Boa sorte na sua jornada! Salve Deus!
Salve Deus!

(Autor desconhecido)
Enviar um comentário