quarta-feira, 21 de março de 2012

Sandays



Os Sandays foram uma grande conquista de Koatay 108 para engrandecimento dos trabalhos do nosso Templo, recebendo, diretamente das 21 Estrelas (Sívans, Harpásios, Vancares, etc.), forças iniciáticas de grande poder, que se somam e se cruzam em benefício de todos, encarnados e desencarnados, no exercício da Lei do Auxílio.
Koatay 108 trouxe sete Sandays de cada um dos três Oráculos que nos regem - Simiromba, Olorum e Obatalá -, perfazendo as 21 Estrelas.
O Sanday é um foco de energias emanadas das Estrelas e transportadas por amacês, que visa dar maior segurança e força aos trabalhos.
Um Sanday é formado, em nossos Templos, de acordo com as origens dos elementos componentes, de suas Estrelas, parte de nossa bagagem transcendental, que irão determinar nossa posição dentro do Sanday.
Essas energias não são permanentes, deslocando-se na medida da necessidade. A função dos sudálios (véus) é armazená-las, para que fiquem à disposição da Espiritualidade Maior.
Dentro de um Sanday há uma hierarquia, um ritual para cada tipo de situação. São Grandes Iniciados que regem os Sanday, podendo tal força realizar incríveis fenômenos. É permitida por Eles a incorporação de Ministros nos Sandays, pela grande força que representam e que acrescentam, naquele momento, ao trabalho que estiver em andamento.
Enviar um comentário