quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Fluido Magnético



Tudo nesse mundo é energia (*) e, por conseguinte, vibra em determinada freqüência, emitindo essas vibrações dentro de um padrão com as características intrínsecas deste ser, seja ele mineral, vegetal, animal ou humano.
O Homem, pela condição de ter um plexo preparado nos Planos Espirituais, emite o ectoplasma (*) e tem muito ampliada sua capacidade de emissão vibracional. Na Natureza, dentro de uma escala que não tem ainda bem definidos seus limites pela deficiência de nossa sensibilidade, começamos com o fluido magnético mineral, que vem sendo muito explorado ultimamente pelo uso de cristais, principalmente nos chakras (*), para utilização de suas vibrações no equilíbrio energético do Homem. É uma energia densa, como a que invocamos nas Contagens, quando pedimos a energia das grandes cordilheiras silenciosas, e as manipuladas pelo Povo das Rochas, as Rochanas, nos trabalhos do Templo.
Fortes, porém menos densas, são as energias das águas, manipuladas pelo Povo das Águas (*), das cachoeiras, dos rios, dos lagos e dos mares. Com densidade menor, temos o fluido magnético vegetal, o aroma verde das matas, os florais, os produtos homeopáticos, as raízes e medicamentos normalmente usados para restabelecer o equilíbrio energético do Homem, que é a sua saúde. É amplamente manipulado pelos Caboclos das Matas (*).
Já com densidade menor, com ampla freqüência vibratória, temos o fluido magnético animal, que é utilizado amplamente nos trabalhos feitichistas e macumbas, onde o sangue e as vibrações da angústia da morte são usados para satisfazer a carência energética de exus e outros espíritos do Vale das Sombras.
Estudos modernos demonstraram alterações vibracionais nos animais e nos vegetais através de diversas experiências. As plantas demonstraram modificações ao serem queimadas ou cortadas outras que estavam perto, podendo ser avaliado um comportamento de medo. Harmonizaram, também, ao serem colocadas em ambientes onde havia música suave.
Com animais, têm-se muitos exemplos de formas adiantadas de inteligência e sentimentos. Uma coelha apresentava alterações vibracionais cada vez que matavam um de seus filhotes, colocados a milhares de quilômetros de distância, em um submarino russo que estava submerso em local não revelado, em horários não previamente combinados.
Assim, os três reinos da Natureza estão integrados em todo o Universo vibracional, irradiando, absorvendo e modificando padrões vibratórios.
Cabe ao Jaguar descobrir e conhecer as diversas características do mundo que o cerca, sabendo manipular em seu próprio benefício e em benefício dos seus irmãos, encarnados e desencarnados, todo esse maravilhoso conjunto de forças provenientes dos fluidos magnéticos mineral, animal e vegetal que agem e interagem em seu Sol Interior (*).
Não se fala em ectoplasma a não ser para a emissão do fluido magnético animal do Homem.

Enviar um comentário