sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Pai João de Aruanda


Se lhe parecem difíceis os dias, e se encontra ligado ao trabalho nobre e ao compromisso com o Alto imagine como seria, então, caso estivesse desligado da fonte sublime que alimenta a sua alma.
Honre, portanto, a oportunidade que Deus lhe concedeu e, aprendendo a ampliar os seus próprios limites, prossiga fiel ao chamado divino. A sua felicidade é permanecer ligado à seiva viva do amor. Pense nisso e reavalie as suas decisões.”
(Pai João de Aruanda)
Enviar um comentário