domingo, 13 de outubro de 2013

O que nos falta?



                                                 O QUE NOS FALTA

Salve Deus!

Nas palestras do Primeiro Mestre Sol Trino Tumuchy ele sempre ressaltava a fidalguia dessa corrente, do quanto nossa linhagem espiritual era diferenciada e nossos ancestrais sempre estiveram em situações decisivas nesse planeta.
É certo que temos uma transcendência espartana que ainda hoje muitos de nossos irmãos bradam em alto e bom som, orgulhando-se disso. Essa condição espartana deve ser encarada da luta e da vontade de vencer as dificuldades quer permeiam nossa existência. Já no que refere a segregação social,o ódio,e o desejo de conquistar sem importar o preço que possa custar deve ser deixado de lado.
Voltando a nós hoje como missionários, algumas de nossas piores falhas ainda continuam a nos incomodar.
Ao entrar para a doutrina do Amanhecer em todas as aulas, desde o primeiro dia, que é a palestra dominical ouve-se sobre tolerância ,humildade e amor. Então o médium abre mão de seu lazer, ausenta-se de sua família para desenvolver sua mediunidade e tentar apagar essas falhas adquiridas pelas personalidades já vividas em várias encarnações
Depois de uma longa caminhada ele é um Mestre/Ninfa com todas as patentes e pronto para ajudar seu próximo, seja ele encarnado ou não. Ele não se vigia e acontece dos inúmeros Gregorinhos existentes na doutrina(Termo que Tia Neiva utilizava para médium critiqueiro) e começa a contaminar aquele médium que até então encontrava-se com sua alma pura e vem os tristes quadros.
-Começa a denegrir a imagem de seu irmão!
-Vai contra sua origem espiritual(seu adjunto)
-Atrás de consagrações e classificações ,como se fosse uma batalha sangrenta, lança mão de artifícios deploráveis para conquista-los.
Se um Mestre já não lhe agrada, logo ele procura outro e já se colocando contra aquele que antes era seu amigo...
A Doutrina do Amanhecer não tem vestibular para santo e nem deseja que a postulação de seus mestres sejam dessa forma. Mas nossos Mentores lutam incessantemente para que nós nos tornemos mais tratáveis, mais gente. Adianta alguém pedir perdão a um sofredor, se ele não se perdoa ou tão pouco perdoa seu irmão!
Precisamos estar atentos a que a doutrina realmente nos ensina, e não condicionar a consciência para aceitar aquilo que é lhe convém e que não é licito.
Um dia em um local chamado anfiteatro, será cobrado cada palavra cada atitude feita e principalmente aquela que deixou de ser realizada ou feita.
Então com todas as classificações e ensinamentos que tivemos o que nos falta?
Adjunto Adelano
Teresina - outubro 2013
Enviar um comentário