sexta-feira, 6 de setembro de 2013

INICIAÇÃO

Hoje ao dar inicio a uma série de publicações sobre a nossa Caminhada Espiritual, trago aqui uma breve abordagem, breve porque o tema nunca se esgota, sobre o nosso 1º. Passo Iniciático, - A INICIAÇÂO.
Quero aqui deixar igualmente um pedido, para que cada um reflita nesse passo que deu, e na sua responsabilidade. Doutrinador e Apará, revejam os vossos juramentos, e reflitam muito bem se a vossa Caminhada está de acordo com o que juraram.
É com tristeza que verifico, que muitos de nós ao vestirem o Colete, se esquecem do Juramento feito, e como tal da sua responsabilidade como Médium Iniciado na linha do Vale do Amanhecer, se esquecem da sua entrada para a Escola do Caminho, fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo.
A Iniciação é o primeiro passo, a primeira consagração do médium em nossa Doutrina, após suas aulas de Desenvolvimento e ter sido Emplacado, estando, por isso, capacitado a trabalhar em manipulações de forças não muito intensas. Considerando que tenha recebido sua Iniciação completa, dentro das suas reais capacidades de manipulação, isso significa a admissão dele como elo da nossa Corrente, tornado-o apto ao trabalho em alguns setores do Templo, de forma que possa manipular as energias na medida de sua capacidade, que irá aumentando pela continuidade de sua ação na Lei do Auxílio, pela continuidade de suas consagrações e pelo crescente conhecimento das Leis, pautando sua vida de conformidade com a conduta doutrinária. Isto significa que o iniciado terá ele mesmo de cuidar de sua própria e verdadeira jornada para ir completando sua iniciação espiritual, porque, na realidade, ele foi apenas iniciado ritualmente. No plano físico é realizado um ritual de que todos aqueles médiuns participam, mas é no plano espiritual, com a presença de Pai Seta Branca e dos Mentores responsáveis por seus tutelados, que cada médium recebe – ou até não recebe – sua verdadeira iniciação espiritual.
Hoje é uma data especial! Vossos Mentores os conduzirão ao Primeiro Passo Iniciático, e o mais importante de toda a vossa encarnação!
Hoje inscreverão vossos nomes no Grande Livro dos Iniciados dos Himalaias, passando pela mesma Iniciação que recebeu Nosso Senhor Jesus Cristo.
A Iniciação Dharman Oxinto é uma consagração atual, a partir de nossa chegada ao portal do III Milénio. Anteriormente, em nossas vidas passadas, tivemos muitas iniciações, mas que só tiveram efeito naquelas respetivas jornadas, nos dando a força necessária para suportar nossas ações naquele período de nossa passagem pelo plano físico. Com o desencarne, nada restava daquela iniciação.
Essa consagração deriva da Iniciação de Osiris, realizada na Câmara Real da Grande Pirâmide, no Egito, da qual se encarregavam as sacerdotisas de Horus. Quando Pytia, uma encarnação de Tia Neiva, determinou que fossem feitas Iniciações na Cruz do Caminho, ali reuniu as sacerdotisas de Horus que haviam ido de Luxor e, por orientação dos planos espirituais, encarregou-as da consagração que passou a ser designada como Iniciação Dharman Oxinto, passando as sacerdotisas a serem chamadas Dharman Oxinto, dando origem a esta Falange Missionária que, até hoje, é a incumbida da Iniciação. As Dharman Oxinto fazem a corte, servem o vinho e ajudam na entrega das rosas.
Através dos séculos, esse conjunto de forças foi sendo trabalhado, chegando até este nosso tempo em que, aperfeiçoado pela energia extra cósmica, alcançou o poder da nossa Iniciação Dharman Oxinto, projetando no plexo do iniciante uma partícula do grandioso raio de Eridan, diretamente da Cabala de Simiromba. Essa Iniciação marca o espírito para toda a eternidade. Mesmo que a pessoa saia da Corrente e passe por outras doutrinas, ela leva essa marca, que é respeitada mesmo pelas entidades do Vale das Sombras, dando proteção onde quer que esteja.
O espírito do Jaguar não mais terá outras iniciações. A jornada será cada vez mais difícil mas, mesmo em futuras reencarnações, trará a marca de sua Iniciação Dharman Oxinto.
O médium iniciado é aquele que se propôs superar sua faixa cármica em busca de melhor condição espiritual, atravessando os diversos portais das Consagrações, dedicando-se à Lei do Auxílio, integrado em um Sistema Crístico. Ele começa a compreender o perigo das esperanças sem fundamento, desejos absurdos e irracionais, vai progredindo com lucidez e confiança em sua jornada nesta vida.
Atualmente, no Castelo da Iniciação, o médium recebe seu Primeiro Raio como um espírito a Caminho de Deus: Eridan, emitido pelo Oráculo de Simiromba.
Como passo inicial na Doutrina, o médium teve seu Desenvolvimento, onde seus plexos são trabalhados, e depois aulas especiais, preparando-o para o novo e importante passo da Iniciação Dharman Oxinto (que significa A Caminho de Deus), quando recebe, na maior parte dos casos, mais força do que poderá inicialmente manipular, pois, a princípio, participando de trabalhos no Templo, ele ainda não sabe a força que tem, o que faz com que vá paulatinamente se consciencializando da sua potencialidade, ampliando seu poder de manipulação.
Na medida em que se descarta de alguns aspetos de sua personalidade, por sua atuação na Corrente, o médium diminui suas cargas pesadas, as correntes negativas, tornando-se mais sensível às vibrações dos planos espirituais, aumentando sua consciência e melhorando a emissão de seu fluido ectoplasmático.
O médium inicia sua jornada “a Caminho de Deus” conduzido pela corte, saindo descalço, envolvido pelo manto e com um capuz cobrindo toda sua cabeça. Fica descalço por que não deve entrar no Castelo de Iniciação portando impurezas e, enquanto faz sua movimentação no Templo, conduzido pela corte, indo até à Pira, vão sendo descarregadas suas cargas pesadas, energias negativas e forças esparsas, o que é facilitado pelo contacto de seus pés diretamente com o chão, sem o uso de calçados.
O manto proporciona proteção integral aos seus chacras, preparados e abertos para receber a força da Iniciação, ficando, assim, expostos a alguma interferência se não estivessem protegidos.
O capuz revive a Iniciação de Jesus, feita pelos Grandes Iniciados, no Tibete, que cobriram seus rostos diante da grande luminosidade que resplandecia do Divino e Amado Mestre.
Desde que começa sua jornada até quando volta, o médium, tanto Apará como Doutrinador, recebe igualmente sete mantras:
Ficará marcado em seu espírito por mais de 10.000 anos este Passo, e mesmo que ainda deixem esta Doutrina, os Mantras de Luz não se apagarão e terão a Proteção Divina em sua passagem.
Está a vossa espera, nesta noite, Sete Mantras de Luz a vossa disposição! Cada um receberá conforme a sua sintonia neste momento. Procurem liberar as vossas mentes e deixar que somente vosso espírito os conduza nesta hora. Confiem em vossos Padrinhos e Madrinhas que os conduzirão nesta jornada. Com a mente livre de qualquer preconceito ou ideias, poderão verdadeiramente obter o quê está a vossa disposição.

I DHARMA OXINTO: Tenho ordem divina para te colocar a Caminho de Deus.
II DAMO: Limpeza - sal e perfume.
III GUMA: Desnudar - Primeira recartilhagem.
IV EVO: Sobre o esquife - Preparação do escudo - SIM ou NÃO - Capacidade.
V JANÁANA: Inventário - Oferta. Manifestação de Pai Seta Branca.
VI MUDRA: Desenvolvimento dos chacras.
VII EUTENASIA: Participação com os Mundos Encantados dos Himalaias. Último retoque dos pequenos Mestres.
Por determinação do Trino Arakém, em abril/2003, o desenvolvimento para menores de 16 anos só seria autorizado por indicação expressa do Trino Arakém, no Templo-Mãe (atualmente, pelo desencarne do Trino Arakém, a autorização é do Trino Ypoarã, Mestre Raul, que coordena o Grupo dos Jovens), e pelo Presidente, nos Templos do Amanhecer, por escrito, e anexada à folha assinada pelo responsável pelo menor, juntamente com a cópia da Certidão de Nascimento, sendo que após a Iniciação o menor irá esperar completar 16 anos para, então, fazer sua consagração da Elevação de Espada e prosseguir sua jornada.

JURAMENTO DO APARÁ - Senhor: Nesta bendita hora, venho pedir-te a permissão para melhor me conduzir à mesa redonda do Grande Oriente de Tapir. Que as forças dos veteranos espíritos me conduzam e me ilustrem para melhor servir nesta Era para o III Milénio. Senhor: sinto a transformação do meu espírito e, para que eu possa trabalhar sem dúvidas, tira-me a voz quando, por vaidade, enganar aos que por mim esperam. Não permita, Senhor, que forças negativas dominem minha mente. Faze, Senhor, que somente a verdade encontre acesso em todo o meu ser. Faze-me perfeito instrumento da Tua Paz. Ilumina minha boca para que puras sejam as mensagens do Céu por mim! Ilumina também minhas mãos nas horas tristes e curadoras e para sempre. Juro seguir as instruções dos mestres Doutrinadores veteranos desta Doutrina do Amanhecer. Faze-me instrumento de Tua santa Paz. A partir de então viverás em meu íntimo e serei sábio para melhor Te servir. Este é o Teu sangue que jamais deixará de correr em todo o meu ser!

JURAMENTO DO DOUTRINADOR - Senhor: Nesta bendita hora, venho pedir-te a permissão para melhor conduzir-me ao teu Exército Oriental. Esta Espada de Luz encoraja-me, conduzindo meu espírito à mesa redonda da Corrente Branca do Oriente Maior. Senhor: Neste instante sinto-me ligado às forças magnéticas do Astral Superior, à ciência dos veteranos espíritos, que em breve me transportará, induzindo-me o Espírito da Verdade. Esta taça que levo aos lábios, com o sabor de todas as virtudes, é o vinho que em breve correrá em todo o meu corpo, me transportando a todos os instantes o poder das forças magnéticas da Paz, Amor e Sabedoria. O gume desta espada, apontada ao meu peito, é a demonstração viva do que Te posso dar! Fira-me quando meu pensamento afastar-se de Ti. Ingeri a taça do Espírito da Verdade e nesta taça impregnei todo o egoísmo que me restava. Ninguém jamais poderá contaminar-se por mim!

Somente a alma livre, despojada das coisas mundanas, é que pode ter acesso a tudo que vos é oferecido. Hoje, agora, nada mais existe além de vosso compromisso com esta jornada, repetindo os passos do Grande Mestre, e colocando-se com toda a segurança a disposição da Espiritualidade Maior, no fiel cumprimento da missão que assumem.
Pai Seta Branca vos espera! Vossos Mentores já estão ao vosso lado! Cumpram o que se dispõem a fazer, e celebrem vosso ingresso na Escola do Caminho fundada por Nosso Senhor Jesus Cristo.
Ao terminarem esta noite inesquecível terão encontrado a morte do velho homem, renascerão como verdadeiros Médiuns... Renascerão como Filhos de Pai Seta Branca.
Boa sorte a todos, e tragam o que lhes é oferecido: os Sete Mantras de Luz de Simiromba!

  • Vou reavivar os pontos iniciáticos da Contagem.
  • Por exemplo: primeiro passo Dharman Oxinto e os seus sete mantras.
O Doutrinador e o Apará - seus juramentos são diferentes, porém os mantras são iguais.
Esta Iniciação começou no dia Primeiro de Maio de 1959.
O Senhor tem o Seu templo em meu íntimo. Nenhum poder é demasiado ao poder dinâmico do meus espírito. O amor e a chama branca da Vida residem em mim!” - Estas invocações deverão ser feitas normalmente pelos iniciados - às 12, 15 e 20 horas - para formar uma corrente positiva contínua, sempre em benefício dos mesmos, mesmo sendo feita meia hora antes ou depois.” (Tia Neiva, s/d)

  • É reparado que as Iniciações são bem diferentes: cada mediunidade é regulada à sua faixa, que são também as doze chaves do Ciclo Evangélico Iniciático, após receber o mercúrio significativo, sal, perfume e mirra.
Tal é a origem desta tradição cabalística que compõe toda a Magia em uma só palavra: Consciência!” (Tia Neiva, 27.10.81)

  • A Iniciação Dharman Oxinto está dentro da lei de uma conduta doutrinária.
É difícil falar sobre a Iniciação Dharman Oxinto, difícil por ser tão sublime.
Uma Iniciação mal conduzida, não sabemos a quem fará tão mal: a quem recebeu, a mim Koatay 108 ou ao indivíduo que o conduziu até o Salão Iniciático.
A Iniciação Dharman Oxinto é realizada com muita precisão. O mestre que fez a Iniciação há dez anos já não precisa fazer mais, isto é, o caso dos meus filhos que fizeram as iniciações da Rainha de Sabah, Dalai, a do Sol, bem como a Dharman Oxinto.
Meu filho, mestre Jaguar, nosso povo está aumentando e sabemos, pois, que tudo que temos é adquirido com trabalho e amor.
Toda nossa dedicação dia a dia se aprimorando já diz com certeza: vem aumentando nossa Luz!
Sinto dizer que estamos correndo riscos em nossa vida iniciática se não formarmos aquele velho critério que eu sempre digo: a Iniciação, a hora efetivamente de iniciar o Homem, dando seu direito de seu trabalho na linha espiritual.
Para melhor critério, ficam agora os Mestres Adjuntos com a responsabilidade de dar uma autorização por escrito de cada médium que fará sua Iniciação Dharman Oxinto.
Todos os Templos Externos podem ter suas Iniciações onde estiverem se o seu Adjunto recomendar ao Trino Ajarã Herdeiro Triada Arcano, Mestre Gilberto Zelaya.” (Tia Neiva, LEI DHARMAN OXINTO, 17.5.84)
Enviar um comentário